domingo, 28 de julho de 2013

O que o vento traz...


Está frio. E aquele café requentado que tomei no fim da tarde me aquece, mas não como você. É duro olhar para aquele cantinho da sala onde costumávamos conversar sobre o nosso dia, sobre nossas vidas e pessoas que nos fizeram mal e perceber que agora não passa de um simples sofá. Com aquela manta xadrez que costumava nos envolver, e me envolvendo você ia em seus braços, que apenas eu considerava forte. Você olhava pra mim, e eu, na minha dúvida impertinente perguntava o por quê daquele olhar tão profundo e singelo. Você dizia que era apenas de admiração.

Tento fugir dessas memórias. E então vou pro meu quarto, no intuito de que a cama me nine e me faça esquecer todas aquelas lembranças que vem junto ao vento frio. Sem sucesso. Por um olhar de relance vejo aquele urso de pelúcia dado por você no dia em que fiquei doente. E então se passa todo o filme daquele dia em minha cabeça...

Quando abri os olhos, na cama, ainda debilitada, a primeira pessoa que avisto é você. Lembro que se abriu automaticamente um sorriso em meu rosto. E você dizia coisas que faziam meu dia cada vez mais feliz. E como esquecer o momento em que me deu o "Alfredo"( O mais querido dentre os meus ursos), você começou a dar explicações banais sobre como ele havia sido barato por ter sido comprado de última hora. E eu só fazia rir. Ria porque não importava o valor, eu amaria ganhar até mesmo um pega varetas contanto que viesse de você.

É, como o amor é irônico. Levei meses pra me acostumar com sua ausência. Tentei gostar de outras pessoas, fazer novos amigos, até fui em piscicólogos a fim de saber se meu vício tinha cura. Sem resultados, por que não havia remédio que me fizesse te esquecer ( pelo menos uma vez a amnésia me faria bem), não havia analgésico que fizesse parar a dor de não te ter ao meu lado.

Prova disso, é que eu estou aqui, escrevendo mais um desses textos, que eu prometi que não mais seriam pra você. Foi ai que eu percebi que nenhum doutor pós graduado poderia me ajudar nessa questão. A única solução seria ter o seu sorriso encantador comigo mais uma vez.

Tá vendo o que o amor fez comigo? Ele fez eu odiar uma coisa que antes eu amava: O frio. Por que agora o frio não vem somente acompanhado de um vento forte. Ele traz consigo tudo que eu deveria esquecer, tudo que tem relação com seu nome, tudo que me lembra você.


                                                                                                                 (Alice M.)
                                                                                            

14 comentários:

  1. Um riso tímido seguido de emoções que me fizeram ficar em silêncio , pode ser meu comentário?
    Texto mais que perfeito !
    Bem mais que fugir , o complicado é esquecer .
    Beijos minha talentosa :*
    http://sonhando-porai.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Totalmente encantada com seu comentário Sarinha *--*
      Fico imensamente feliz que tenha gostado... Sua opinião vale muito!!

      Beijão, obrigada por tudo :*

      Excluir
  2. Texto maravilhoso!!! Você escreve muito bem e com muita perfeição nas palavras. Adorei mesmo, sério. Muito lindo! Beijos
    http://maluquice-de-garota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Noossa, muito obrigada Isa... Que bom que gostou, volte sempre viu? Virão muitos textos por aí.

      Beijão, obrigada pela sua ilustre visita :**

      Excluir
  3. Texto incrivel, nossa, quem nunca deixou de gostar de algo porque isso lembra alguém? Achei muito perfeito.

    http://nossoblogsecreto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, tem coisas que marcam pra sempre!

      Obrigada pela visita Bia, espero que tenha gostado do nosso cantinho *--* Volte sempre que quiser :)

      Beijão linda...

      Excluir
  4. Nossa, que texto mais lindo!
    Vc deveria encarar isso como uma profissao !
    Parabens!
    Já estou super seguindo e te
    convido a me seguir tb e curtir a fan page do meu
    blog. Meu canal do Youtube: tainaheille

    nossoblogdemodaa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oooh Thainá... Muito encantada com o teu comentário *---*
      Muito obrigada, pelo elogio, por tudo!

      E já visitei seu blog e ameei *--*

      Beijão, e volte sempre :*

      Excluir
  5. Adorei o texto, Alice!
    muito bom, mesmo! *.*
    parabéns! :)

    tatimunhoz.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Muito obrigada Tati... Que ótimo eu gostou!!!

    Você sabe que eu amo seu blog né? Muito!!

    Beijão querida :*

    ResponderExcluir
  7. Que fofo... Gente, eu sei que pode nem ser, mas me lembra um amor tão inocente. Muito legal :3

    www.alquimistadesonhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha... Que bom que gostou Alquimista.

      Beijão :*

      Excluir
  8. Esse texto é muito bom, eu fui lendo e quando vi já tava no ultimo paragrafo. Incrível, parabéns.
    http://blog-epicos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiin, que bom que gostou Thamiris... Fico muito feliz viu? *o*
      Volte sempre ao Confidence :)

      Beijão :*

      Excluir